sábado, 24 de outubro de 2009

SANCTIFY YOURSELF

1 comentário:

  1. Parei na viagem de rumo e estrelas
    Sentei-me à beira de uma lagoa sussurrante
    Um Milhafre fitou-me zombeteiro
    Hesitei na procura do adiante

    Na ilha há sempre uma criatura em vigília
    Há sempre um feiticeiro vento
    Há sempre uma flor que a alma seduz
    Há sempre no acontece um mágico momento




    Doce beijo

    ResponderEliminar